| Newsletter
HOME
APRESENTAÇÃO
INFORMAÇÕES
HISTÓRIA
ACERVO
EM EXIBIÇÃO
PASSADAS
EDUCATIVO
CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO
BIBLIOTECA
BOLETIM INFO.
REVISTA
OUTRAS EDIÇÕES
NOTÍCIAS
AGENDA
IMPRENSA
CURIOSIDADES
III Conferências
IV Conferências
V Conferências
VI Conferências
 
Loja Online
Cedência de Espaço
Contactos
FAQ'S
Visita Virtual
Mapa do Site
Narciso Ferreira e os seus contemporâneos presentes nas Conferências da Primavera
25-06-2012
Decorreu na passada sexta-feira, 15 de Junho, no Auditório da Didáxis, em Riba de Ave, as IV Conferências da Primavera, organizadas pelo Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave, com a colaboração da Fundação Narciso Ferreira. As Conferências integraram-se nas comemorações dos 150 anos do nascimento do industrial famalicense Narciso Ferreira, que decorrem ao longo do presente ano.

Da parte da manhã teve lugar uma sessão dedicada ao tema “Empreendedorismo: Novos Rumos para o Têxtil e para os Espaços Industriais Desativados”, co-organizada com a “Rede Famalicão Empreende”, na qual participaram o diretor geral do Centro Tecnológico para a Indústria Têxtil e Vestuário de Portugal – CITEVE, António Braz Costa e o Administrador do Centro Empresarial Lionesa, Pedro Pinto. O diretor do CITEVE, que aproveitou a presença de largas dezenas de jovens presentes no auditório, realçou a importância de se continuar a apostar na indústria têxtil, aproveitando as novas oportunidades que a mesma oferece, com a aplicação das novas tecnologias. A comunicação do Centro Empresarial Lionesa apresentou um caso bem sucedido de reutilização de antigas fábricas, salvaguardando o seu património industrial e gerando postos de trabalho.

A parte da tarde foi consagrada a um "Encontro de História Empresarial", com a participação do Professor da Universidade do Minho e Director do Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave, José Manuel Lopes Cordeiro, que analisou a obra empresarial de Narciso Ferreira, focando a capacidade que o mesmo revelou para estabelecer a indústria moderna com a fundação da fábrica Sampaio, Ferreira, em Riba de Ave, assim como o seu papel pioneiro na área da energia eléctrica. Miguel Figueira de Faria, Professor da Universidade Autónoma de Lisboa, abordou a atividade de Alfredo da Silva, que se desenrolou quase em simultâneo com a de Narciso Ferreira. O professor da Universidade de Coimbra, Álvaro Garrido, fez uma apresentação do perfil de Henrique Tenreiro e da complexa teia de empresas que estiveram na base do seu poderio económico. Por sua vez, o Professor da Universidade de Coimbra, José Amado Mendes, encerrou as Conferências com uma abordagem global das indústrias e empresários do final da Monarquia e da I República.
topovoltar
 
Copyright © 2006 Município de Vila Nova de Famalicão. Todos os direitos reservados. | handmade by brainhouse | Centro de Apoio ao Consumidor